sexta-feira, 29 de abril de 2011

Suco feito com água da torneira

Uma questão ambiental atual que é a falta de água doce e potável para nosso consumo, reflete em coisas do cotidiano que mal percebemos, como por exemplo, o suco consumido em estabelecimentos comerciais e lanchonetes e etc.

Esse post é um alerta para ficarem atentos à forma de preparo dos sucos e outras bebidas feitas com água, que deveria ser água filtrada ou de garrafa mineral, mas não, usam água da torneira, em diversos lugares, e eu já ví em vários locais, tenho receio que seja uma prática comum, por isso, tenham atenção!

Há uma discussão bem grande em torno do assunto, pois por um lado muitas vezes a fornecedora de água da região afirma que a água que chega na torneira está pronta para beber, porém sabemos que dependendo de como foi feito o processo de tratamento e como está a oferta de água em diferentes regiões, isso interfere na qualidade da água.

Você quer beber água cheia de cloro e produtos químicos para torná-la potável, ou digamos suportável? Então fique ligado nessa prática que vem sendo feita, que é o uso de água da torneira para preparo de bebidas, muitas vezes a bebida industrializada acaba sendo mais segura do que as feitas manualmente ou caseiramente por aí.

Faça um teste, verifique se o local coloca água proveniente de um filtro, ou de uma garrafa de água mineral, ou simplesmente liga a torneira e enche o liquidificador pra fazer seu suco rsrs....


Ahhh tah... você pode pensar que isso acontece em locais com menos estrutura ou muito barato, daí que você se engana, tem locais com mais estrutura que a segurança alimentar está longe de ser o forte, portanto atenção!

Cada dia que passa a água que bebemos é um desafio para termos ela de maneira saudável, e nesse meio tempo, dá-se um jeito para diversos problemas, ou joga-se a sujeira pra debaixo do tapete, e então te pergunto: SERÁ QUE A ÁGUA QUE VOCÊ BEBE É MINERAL? É REALMENTE POTÁVEL SEM QUANTIDADES ABSURDAS DE CLORO? POIS É! FIQUE ATENTO!

sábado, 16 de abril de 2011

O desperdício do alface e diversos outros alimentos

Não é difícil em algum evento, coffe-break (como costumam dizer o intervalo para o café em inglês), lanches, pratos, até mesmo em restaurantes, o desperdício de alimentos para enfeitar pratos, as beiradas dos pratos, topos de pratos, cantos, centro, mesas, e enfeites em geral mesmo. É um desperdício de alimentos que não pode acontecer.

O mundo hoje passa por um estado de colapso ambiental que pode ser deflagrado a qualquer momento de maneira generalizada, hoje, porém, só está regionalmente, e está nas regiões mais pobres, onde pra quem comanda, não existe a mínima importância. A tática é deixar as pessoas se matando por um punhado de arroz e um copo de água turva, pra deixarem elas submissas ao sistema e ocupadas, é isso que acontece com todos nós, o importante é a pirâmide social estar engessada, as coisas tem que continuar como estão, assim os que decidem o andamento da humanidade mantém sua perpetuação e hereditariedade.

E diante disso, uma outra parcela da população que consegue usufruir da produção, que consegue viver com abundância ou oferta de alimentos suficiente, ainda não mudou suas rotinas, ou seja, desperdiça demasiadamente os alimentos como se outra parte do mundo, ou o irmão ao lado não precisasse de nada.

Preste atenção:
O que você deixa no prato, pode ser o máximo que um sujeito ingere em apenas um dia em outro canto do mundo. Pense nisso!

Portanto, é uma idiotice os enfeites e frescuras em pratos e o desperdício de alimentos, frutas e etc para enfeite e decoração.



Abaixo os enfeites! E as futilidades em torno da alimentação! O objetivo é se alimentar, portanto chega dessa prática estética totalmente absurda! Percebam que um dos mais desperdiçados é o alface. O pessoal usa o alface para fazer babadinho em torno do prato, várias folhas cultivadas que demandaram água e etc, que até mesmo usaram uma quantidade x de agrotóxicos, serviu apenas para enfeitar prato? Ahh fala sério!

Portanto se precisamos diminuir o consumo eu não vou desperdiçar o alface, frutas e vegetais diversos para enfeite. Pense que o espaço territorial que este vegetal ocupou para ser produzido poderia ser uma mata nativa ao invés deste espaço destinado à seu cultivo que depois foi desperdiçado por você humano que vive nas futilidades e nas superficialidades nas rotinas do sistema consumista.