segunda-feira, 30 de abril de 2012

Poesia: Sonho de um planeta melhor

Sonho de um planeta melhor
Autor: Nário Villar Ornellas

Vivemos num sono profundo
Nos labirintos densos deste mundo
Que poderia ser um belo paraíso
Se o ambiente não fosse destruído

Há tantas alternativas
Em contra partida
Há tanto egoísmo e ambição
Há tanto conservadorismo
Deixando inviável a transformação

Para um mundo de paz
Um mundo sem guerras
O tema: Harmonia entre os seres!
Nesse sistema? Tá mais pra balela!

Mas claro que é possível
Mudando o semblante dessa gente desanimada
Caras pálidas e fechadas, andando na calçada

Como robôs programados
Pra produzir e ganhar uns trocados
Consumir alguns bens materiais
Que daqui uns meses já não servirão mais

E no badalar do tempo, mais árvores derrubadas
Áreas inteiras desmatadas, queimadas, dando lugar às boiadas
Plantações desnecessárias, interesses de uma classe endinheirada
É o fim da picada

Mas ainda não acabou
O sonho apenas começou
Ir a luta é um dever
Se quiser sobreviver

Palavras são apenas palavras
Atos valem mais que mil delas
Não quero a cor cinza da poluição
Quero as cores e a beleza da aquarela

O passado nos serve de lição
O presente é uma dádiva para a ação
Já o futuro, guarda o objetivo
Vamos buscar?
Quem vem comigo?


http://facebook.com/MelMascavo

Conheça a mais nova marca de roupas de algodão. Ecológicas, confortáveis, 100%brasileiras! Uma alternativa que pensa no meio ambiente. Inauguração em junho com loja virtual.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Vivemos numa sociedade de "diplomas"

Os rótulos estão por toda parte, e nós por natureza rotulamos as coisas, definimos e estereotipamos, até mesmo como uma maneira de discernimento próprio, entretanto, na sociedade de hoje, a necessidade de tais definições, quando olhada pelo lado profissional/acadêmico/status pessoal, é cada vez mais preocupante.

Sim, todos se preocupam em conseguir diplomas, fazer cursos, treinamentos, especializações e etc, a impressão que fica é que é pra se achar num ponto de "inquestionamento", de sabedoria, de superioridade, mas não de contribuição social e ajuda mútua do próximo. Muito pelo contrário, vai guardar a 7 chaves algum conhecimento, ou porque acha que só ele é o "bonzão" de tal coisa, pra justamente manter a pseudo-hegemonia e achismo de que é demais e tem status superior a maioria.. Acreditem.. muitas pessoas são assim.. é esse o jeito de viver delas.. - Como é que é? O que você disse? Fique sabendo que eu tenho diploma de "tal" coisa, quem é você pra falar isso?

.......Prontooooo, o intocável se manifestou, a tristeza é maior quando este diplomado, pode estar redondamente enganado menosprezando assim a opinião de uma pessoa qualquer que não tem diploma de determinado assunto, mas teve uma vivência, um pensamento, uma reflexão e chegou a uma conclusão. Cada vez mais estamos perdendo isso na sociedade. Saber ouvir os outros, praticamente não existe mais. Hoje é tudo na base da carteirada.. SABE QUEM EU SOU? SABE QUE DIPLOMA EU TENHO?

Até quando isso vai ser arma em nossos relacionamentos cotidianos?

É óbvio que é importante saber que fulano tem tal qualificação, mas isso é muito aceito quando vem de maneira didática e pra somar numa situação, ou até mesmo o fulano pra se defender de alguma acusação ou pra fazer uma denúncia sobre algo de sua formação ele tem que dizer que é habilitado pra isso, já que assim funciona a sociedade.

Mas acho que desvirtuamos o caminho, e virou uma guerrinha de vaidade, e como tudo nesse sistema funciona muito na base do dinheiro, vemos uma falta de qualidade enorme em diversos cursos, onde muitos alunos, vão realmente pra pegar o diploma. Muitos pensam assim, só querem o diploma, tão nem ligando pra valores, filosofia, conduta de tais funções. Definitivamente, esse não é o caminho.

Eu acho que precisamos ser mais humildes, pois fazemos cursos e ganhamos diplomas e títulos por se aprofundar em assuntos, mas nunca saberemos tudo, e diante disso, não devemos nos colocar como o máximo, podemos nos colocar como entendedor e travar a batalha mostrando o caminho, como quando travamos uma batalha com uma pessoa ignorante que não tem embasamento, e devemos nos impor com didática e conteúdo sobre o tema, como por exemplo, assuntos ambientais, ainda tem gente que acha que o sistema do ser humano não é responsável pelo aquecimento global, que acha que o homem não é tão cruel com a natureza, então diante dessas incoerências devemos nos impor de maneira embasada e didática com conteúdo.

Agora, ficar se gabando e esfregando na cara dos outros que tem diploma disso e daquilo, ficar dando carteirada de vaidade mas sem ter conteúdo nenhum, isso é uma enorme incompetência. É o mesmo tipo de pessoa que dificilmente gosta do que faz, não tem valores, não tem conduta, só quer diploma pra ganhar dinheiro. E a sociedade nessa pressa consumista e de preencher espaços de mercado aqui e acolá exige mais diplomas do que valores, e ficamos nessa palhaçada, nessa falsidade, nesse grande mercado de rótulo e certificações... nesse vazio de hoje, numa sociedade de diplomas e dinheiro, que só dão valor a isso, mas quando se fala de valores e conhecimento da vida, ninguém liga, porque não dá retorno financeiro.

domingo, 22 de abril de 2012

Discurso de Charlie Chaplin em "O grande ditador"

Se existe um cara do cinema que nunca deve ser esquecido, e deve ser visto e conhecido por todos, é Charlie Chaplin. Eu não sou entendido de cinema, muito pelo contrário, sou mais um fã e uma pessoa comum que vê no cinema uma maneira de se entreter, se divertir, mas também adquirir conhecimento e ver que tem pessoas que fazem coisas diferentes.

Neste filme, "O grande ditador", Charlie Chaplin faz um discurso simplesmente maravilhoso sobre como o ser humano se comporta no sistema que nos domina, o interessante é que o filme é antigo mas é muito atual.

Ele fala de igualdade, de amor, de não nos deixarmos ser controlado pelo sistema, de buscar a paz, e principalmente de sair das trevas e buscar a luz. É um gênio! Esse discurso é muito interessante e reflexivo, mostra que estamos no caminho errado, mostra que precisamos nos unir, mostra que precisamos conhecer a nós mesmos.

Esse discurso é uma pedrada nesse sistema cruel que nos domina. O sistema da ganância, da cobiça, da competição desenfreada, da desgraça. Lutemos então por um mundo melhor, no discurso ele chama e clama ao povo que se una e não se entregue a este sistema cruel, que lutemos de fato pela liberdade, que lutemos pelo amor, que façamos a diferença. Assista este belo vídeo!



Curta a página do blog Verde Filosofia também no facebook :)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Todos querem aproveitar a sombra das árvores, mas plantar e evitar que sejam cortadas, ninguém faz!

Pode reparar pela cidade, as pessoas nos dias mais quentes e insuportáveis, correm pra se abrigar debaixo de uma árvore, é disputado como se fosse ouro. Entretanto não vemos ninguém plantar árvores, quarteirões e ruas muitas vezes sem nenhuma árvore. Por quê?

Eu sei que tem muita gente nojenta e fresquinha que odeia qualquer tipo de sujeirinha na calçada, e uma árvore que cai folhas direto é um problemão, então essas pessoas quando tem alguma dúvida do corte da árvore, com desculpinha que a raíz está quebrando a calçada, aproveita e tira fora nossa querida e linda árvore da natureza. É UM ABSURDO! Por mais que tenham leis que tem que ser respeitadas, sabemos que pelas cidades por aí, dificilmente esse tipo de fiscalização cai em cima, as pessoas dão uma desculpinha qualquer e a cidade vai perdendo o verde. Seria bom se as multas e as fiscalizações funcionassem, aliás, se o poder público se interessasse em deixar a cidade com áreas de vegetação, a coisa seria diferente, coisa que não é o caso em muitos lugares.

Mas na hora de estacionar o carro num dia de Sol, todos disputam a sombra de uma árvore, mas plantar, evitar que corte, ninguém faz.. QUE MUNDO DE IDIOTA É ESSE?



Reflita quando estiver debaixo de uma árvore, retribua esse favor pra natureza, pois se proteger do Sol, você só consegue de poucas maneiras.. na sombra de uma montanha, que não se encontra em todo lugar, na sombra de uma árvore, debaixo da terra, ou muito no fundo do mar... Ou seja, o mais fácil nós não damos valor, e estamos cavando nossa própria cova, um lento suicídio cortando as árvores.. Além das sombras, nos transmitem energia, frutos, vida, força e acima de tudo beleza.. VAMOS PLANTAR MAIS! E PRA ELAS FICAREM MAIS LINDAS COM PÁSSAROS, DESTRUIR TODAS GAIOLAS! MAIS ÁRVORES E MAIS PÁSSAROS, EIS O MUNDO QUE EU SONHO!


Curta a página do blog Verde Filosofia também no facebook :)

terça-feira, 10 de abril de 2012

Documentário: "ENTRE RIOS" (História da Cidade de São Paulo)

Este documentário chamado "ENTRE RIOS" mostra como a cidade de São Paulo foi construída, e ambientalmente falando, uma sucessão de fracassos em virtude das mudanças forçadas do ambiente urbano, reflete até hoje na hora das chuvas.
Uma região de chuva tem que ter escoamento, infiltração no sólo, e acima de tudo, vegetação, coisa que pouco vemos hoje além de concreto. Os rios foram canalisados, redesenhados, enterrados, os animais afastados, a cidade transformada. E as tragédias estão na nossa cara. O que fazer por São Paulo? Mais áreas verdes é essencial, mais infiltração do sólo também, mas acima de tudo aprender, porque tem coisa que não dá mais pra fazer, simplesmente aprender, aprender com os próximos atos.

Aprender que no projeto de qualquer cidade, tem que se respeitar os rios e suas margens, as matas, os animais e seus espaços, de maneira sustentável ou equilibrada, e se não for possível, entender que não é possível, não fazer transformações forçadas porque isso um dia sempre volta.

Se preocupar com o abastecimento e com o esgoto também é essencial. Agora, se não aprendermos, continuaremos fazendo tudo na velocidade do capital, com interesses mercantilistas esquecendo os interesses ambientais de todos seres vivos, estaremos como estamos atualmente, condenados ao fracasso. Taí um belo exemplo de como o ser humano cresce e se desenvolve sem pensar nas questões básicas da natureza. Por quê será que sempre tem enchentes nas cidades heim? Será que é por causa das transformações que fazemos e das modificações danosas para nós mesmos? À custo de quê? Parece irônico né?! Mas é pura realidade!
O ser humano cometeu e comete um grande crime. Reprime, muda, transforma a natureza, e isso é a uma coisa que ele não tem domínio e nunca poderia ter feito dessa maneira, ultrapassando limites.



Curta a página do blog Verde Filosofia também no facebook :)

http://facebook.com/MelMascavo

Conheça a mais nova marca de roupas de algodão. Ecológicas, confortáveis, 100%brasileiras! Uma alternativa que pensa no meio ambiente. Inauguração em junho com loja virtual.

sábado, 7 de abril de 2012

Documentário "Máquinas de felicidade"

Um documentário da BBC interessante chamado "Máquinas de Felicidade", fala sobre o controle das massas. De como quem tá no poder obtem controle usando teorias freudianas sobre as multidões, e incentivar o consumo, simplesmente associando os produtos aos desejos e sentimentos, emoções.
Desde o chamado "tochas da liberdade" onde foi incentivado pra aumentar a venda de cigarros, um ato simbólico envolto de emoção para as mulheres associarem como se fumasse fosse ter liberdade e então consumirem cigarros. Ou seja, coisas sem real necessidade, consumidas apenas para uma satisfação emocional, ilusória, momentânea e desnecessária. Vale a pena conferir.


Parte 1 - Maquinas da Felicidade from otaner ogamuz on Vimeo.



Parte 2 - A Engenharia do Consentimento from otaner ogamuz on Vimeo.



Parte 3 - Há um policial dentro de nossas cabeças. Ele deve ser destruído from otaner ogamuz on Vimeo.



Parte 4 - Oito pessoas bebendo vinho em Kettering from otaner ogamuz on Vimeo.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

O cuidado com o exagero no eco-consumismo

Sim, hoje com o planeta sofrendo um monte de problemas terríveis, o que não falta são os produtos verdes e o eco-consumismo inundando os anúncios, nos deixando mais tranquilos quanto nossa culpa para com as adversidades que o planeta sofre. 

Mas isto muitas vezes é uma grande enganação, pois todo processo produtivo demanda energia, matéria-prima, recursos naturais, embora seja verde ou otimizado, demandará recursos do mesmo jeito. Uns ainda não repararam isso e compram além da conta só porque tal produto é verde, ou seja, não vai ajudar muito o meio ambiente pois estará praticando o consumismo que é a grande raíz dos problemas, tem produtos que colocam porcentagens do seu processo produtivo como sustentáveis, 10%, 20% e matéria prima sustentável e já generalizam dizendo que é verde, fique atento a isto.

Sobre devastação, impactos ambientais e etc.. para combater isso, só de um jeito, reduzindo o consumo e reutilizando as coisas, sendo verdes ou não. É óbvio que o esforço em otimizar e tornar produtos verdes é interessante, mas temos que tomar cuidado pra nao dar um tiro no próprio pé e consumir além da conta.

domingo, 1 de abril de 2012

"O PÁSSARO CATIVO" de Olavo Bilac

(...)"Não quero o teu alpiste!
Gosto mais do alimento que procuro na mata livre em que a voar me viste.
Tenho água fresca num recanto escuro.
Da selva em que nasci; da mata entre os verdores,
tenho frutos e flores, sem precisar de ti!
Não quero a tua esplêndida gaiola!
Pois nenhuma riqueza me consola de haver perdido aquilo que perdi...
Prefiro o ninho humilde, construído de folhas secas, plácido, e escondido.
Entre os galhos das árvores amigas...
Solta-me ao vento e ao sol!
Com que direito à escravidão me obrigas?
Quero saudar as pompas do arrebol!
Quero, ao cair da tarde, entoar minhas tristíssimas cantigas!
Por que me prendes? Solta-me, covarde!
Deus me deu por gaiola a imensidade!
Não me roubes a minha liberdade...
QUERO VOAR! VOAR!..."(...)




Por isso:
- NÃO COMPRE PÁSSAROS..
- PÁSSAROS TEM ASAS PARA VOAR..
- APRISIONAR PÁSSAROS É UMA CRUELDADE!!!
- NÃO FINANCIE O TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES!
- DÊ LIBERDADE AOS PÁSSAROS E ANIMAIS, DEIXE-OS LIVRES NA NATUREZA!

A idéia desse post surgiu depois de ter um comentário no post:Destrua toda gaiola que encontrar! Dê a liberdade para os pássaros!, no qual conheci e resolvi transcrever esta maravilhosa obra de Olavo Bilac!

Clique aqui e acompanhe o blog também no facebook


http://facebook.com/MelMascavo

Conheça a mais nova marca de roupas de algodão. Ecológicas, confortáveis, 100%brasileiras! Uma alternativa que pensa no meio ambiente. Inauguração em junho com loja virtual.