quinta-feira, 31 de maio de 2012

Dia Mundial Sem Tabaco 31/05

Hoje é o dia Mundial Sem Tabaco.

Aos que fumam, fica um belo incentivo para pararem e adquirirem muito mais saúde, fugindo das doenças relacionadas ao fumo.
Aos que não fumam, vamos pedir aos fumantes que respeitem a natureza, pois atualmente é raro ver um fumante jogar bitucas de cigarro no lixo. O chão é o destino das bitucas, que entopem as vias pluviais, contamina nossas águas, ambiente, no mar é confundida com alimento pelos animais, e os fumantes parecem nem ligar, nos pontos onde geralmente há encontro de fumantes, em calçadas e etc... Nota-se o acúmulo de cigarro no chão.

Eu gostaria de saber se as pessoas que fumam jogam o cigarro no chão de casa no meio da sala, porque não é possível que sejam tão idiotas e folgados a ponto de todo dia jogarem dezenas de bitucas no chão, estamos perdidos.

Portanto, fica o manifesto em favor da natureza, não só da saúde, porque milhares de fumantes morrem todo ano no mundo todo e mesmo assim as pessoas não largam desse vício, mas também da natureza, para se jogar no lixo as bitucas de cigarro. Fiz um banner para divulgação, devagar vamos indo e tentando mudar pra melhor as coisas. Lutar sempre, desistir jamais!

#DiaMundialSemTabaco

Ah.. se todo dia fosse dia...

O dia do meio ambiente está chegando, muitas pessoas fazem ações nessa semana e só, depois esquecem ou nem procuram ajudar o ambiente que vivemos de alguma forma.. seria interessante se todo dia fosse dia do meio ambiente..

Não só de meio ambiente, mas...

Se todo dia fosse Dia das Mães...
Se todo dia fosse Dia das Crianças...
Se todo dia fosse Dia dos Pais...
Se todo dia fosse Dia da Árvore...
Se todo dia tivesse o espírito natalino como é no Natal...
Se todo dia sentíssemos a renovação do Ano Novo(e o Sol nos dá esssa chance, é que não aproveitamos)
Se todo dia fosse dia do Professor...
Se todo dia fosse dia do Trabalhador...

Se todo dia fosse dia de todos os dias, junto e misturado, tudo que precisamos e sentimos sendo lembrado e botado em prática a cada nascer do Sol, com certeza o mundo seria diferente.

Então vamos acordar a cada dia, agradecer a fonte criadora, agradecer a natureza por cada espetáculo que nos dá e tentar botar em prática a energia e harmonia necessária pra aproveitarmos a dádiva de um novo dia, lembrando e tendo como consciência de que todo dia é dia de tudo, devemos respeitar tudo e todos como nas respectivas datas. Todo dia é dia de meio ambiente, todo dia é dia de paz, todo dia é dia de fazer algo a mais.
Ahhh se todo dia fosse dia... :)

domingo, 13 de maio de 2012

Feliz DIA DAS MÃES.. não esqueçamos da MÃE-NATUREZA!

Hoje é dia das mães, dia de homenagem a nossa heróica e brava geradora, cuidadora, zeladora, torcedora e que pra sempre iremos lembrar. Infelizmente devido a problemas sociais, ambientais, muitas mães não conseguem criar seus filhos, ou então, seus filhos são mortos pelo sistema cruel, ou até mesmo os próprios filhos e as próprias mães se deixam levar pelo sistema cruel, e esquecem de amar, esquecem de cuidar uns dos outros. Filhos que não conhecem as mães, mães que tiveram usurpado o direito de exercer a maternidade, enfim, por trás de todo um contexto lindo e maravilhoso do comércio e marketing em torno do dia das mães que resume tudo em presentes e dinheiro, estão histórias tristes e alegres, tranquilas e doídas de mães e filhos que deixam a vida passar e se perdem nos males da vida, ou que sabem aproveitar a vida muito bem mesmo com todas dificuldades. É bom refletirmos em ambos os casos e ajudar se possível.

Para as mães que geram mal seus filhos, cuidam mal de seus filhos, criando crianças problemáticas ou traumatizadas, é importante rezarmos, tentarmos mandar energias positivas para que a criança tenha muita luz para fazer o bem, e que a mãe tenha muita luz pra sair das trevas que lhes envolve. Para as mães que conseguem conciliar os problemas, ser guerreiras vencendo as dificuldades criando heróicamente seus filhos, devemos ficar felizes e pedir que isso nunca se acabe. E para os que vivem em plenitude a saúde, alegria, paz e harmonia, que contagie os outros para vivermos feliz!


A mãe de Jesus é um exemplo de resistência, batalha, fé e sabedoria, que sua luz nos ilumine, e nos dê paz pra nossas vidas e das nossas mamães...

Mas é um dia pra refletir e não esquecer também da nossa MÃE-NATUREZA, embora o dia da mãe-natureza seja comemorado no dia 11 de maio. Também devemos lembrar e cuidar de nossa mãe, de nosso planeta, de GAIA.

Dê um presente pra mãe-natureza, preserve!


Somos todos um, estamos interligados, devemos cuidar de nossas mães, de nossos filhos, da natureza, devemos amar uns aos outros para termos felicidade e harmonia.


E não esquecer dos nossos animais, que são maltratados e esquecidos por nós, temos que ter ciência que os animais sentem toda dor do mal que exalamos, portanto temos que respeitar a vida animal, tirar um filhote animal de uma mãe, para deixar enjaulado sofrendo e estressado, não é o caminho. Não adianta você dar um animal silvestre pra sua mãe de presente achando que tá sendo legal com sua mãe, mas deixando outra sofrer, sendo que com isso vai deixar uma mãe do pobre animal sozinha sofrendo na selva. Animal silvestre não é PET, respeitar a MÃE-NATUREZA é respeitar a mãe de qualquer animal silvestre ou PET.

Ser mãe é uma missão! Ser filho também é! Amar, protejar e principalmente PROSPERAR...
Portanto, um SALVE as mamães humanas, as mamães animais e a mãe-natureza!

Clique aqui e curta a página do blog Verde Filosofia também no facebook :)
http://facebook.com/MelMascavo

Conheça a mais nova marca de roupas de algodão. Ecológicas, confortáveis, 100%brasileiras! Uma alternativa que pensa no meio ambiente. Inauguração em junho com loja virtual.

terça-feira, 8 de maio de 2012

As pessoas estão se endividando e ficando submissas

Cada dia que passa vemos em nossa sociedade, as ilusões do consumismo exacerbado, a falsa ilusão da alegria, de fugir da realidade de não poder comprar, com as facilidades do crédito e parcelamento, podemos tudo, e essa ilusão nos leva ao abismo.

O consumismo é como se fosse uma droga, porque mostra uma fantasia, dá uma sensação de realidade de ter e possuir e poder, mas na verdade não é realidade, pois os produtos hoje são feitos cada vez mais sem qualidade, pra rodar o dinheiro na economia, pra ficarmos dependentes e escravos do consumo, tudo estraga rápido demais, pra você ir e comprar outro. Em outros casos, o produto pode ainda estar bom, mas fica fora de moda, trocam a cor, o design do produto e você cai nessa armadilha. É só ver como as pessoas trocam de carro insanamente. Por quê isso? Carro é pra andar ou pra ter status? A maioria das pessoas entendem como status, afinal de contas além de ser stressados com o carro, passam horas lavando o carro na calçada e etc.. Gastando água sem pensar nos outros. Estamos alienados!

O pior de tudo, geralmente esse carro nem foi pago, assim como outras coisas, roupas, produtos e etc... Não podemos comprar mas compramos, compramos de tudo. Com isso estamos cada vez mais endividados e submissos no sistema.

E isto está incluído na mente de todos nós já, dos vendedores então mais ainda. Repare que se você entra numa loja vê um produto bacana mas diz que não tem dinheiro suficiente e volta dali uns 20 dias pra buscar pois vai esperar receber, ou então vai juntar dinheiro por uns 3 meses pra poder comprar tal produto. Daí vem o vendedor e diz: "Mas pode parcelar, a gente facilita" ou então: "Pode pagar em 5x sem juros" ou então: "Parcela que você não vai nem sentir"..... Pois é, complicado!

Geralmente essas frases vem com um sorriso, do tipo: "EXISTE UMA SOLUÇÃO PARA OS SEUS PROBLEMAS(de não ter dinheiro)" e a maioria das pessoas o que fazem? Abrem um sorriso no rosto, comprando aquelas frases e ilusões, sem pensar nem raciocinar. O desejo de ter o produto entra em nossas mentes e impulsivamente vamos nos afundando, uma dividazinha aqui, outra lá, outra acolá e quando se vê, tá devendo muito pra lojas, bancos e etc...

Diante disso, o que acontece? SUBMISSÃO!

Submissão e escravidão, pois agora você tem dívidas, tem que pagar as dívidas das ilusões que adquiriu e já foram embora, e você está dentro de uma roda insana e escravizadora na qual você mesmo se colocou. E isso tem outros desdobramentos que reflete numa sociedade competitiva e louca por dinheiro, louca por consumo, exalando injustiças, muita gente querendo ganhar dinheiro sem ralar, ganhar dinheiro especulando, ganhar dinheiro trapaceando, pra manter ou pra sobreviver ou se aliviar nesse sistema. E o pior, com a necessidade de trabalhar a qualquer custo pra ganhar dinheiro, as pessoas ficam submissas a qualquer emprego, onde muitas vezes são desrespeitadas, atrasa pagamento, falta isso e aquilo e elas não falam nada com medo de perder o emprego, é um ABSURDO.

As pessoas estão se afundando em dívidas e ficando submissas, os empregos pagam pouco, o custo de vida está cada vez mais alto, estamos condenados ao trabalho eterno e a ser controlados pelas nossas fraquezas, a vontade de consumir, o materialismo, a necessidade de ter algo, e não ser. Esquecemos de ser, hoje é necessário ter apenas.. "Ser" não faz sentido, mesmo porquê o "parecer", "aparentar", "fingir" e "ter", é mais importante do que "ser". Lamentável.

Pessoas trapaceiam as outras, fazem de tudo por um empreguinho, e o empregador sabendo disso, BARGANHA! E nós não conseguimos nem bater o pé e exigir direitos, porque tem sempre alguém precisando mais que vai dizer SIM, EU TRABALHO MESMO COM ESSAS CONDIÇÕES. Diante disso vamos nos nivelando por baixo, vamos nos escravizando tão passivamente que hoje em dia se algum trabalhador e classe trabalhadora faz greve, algumas pessoas dizem: "Nossa que absurdo fazer greve, que absurdo protestar".. e assim caminha a humanidade, injustiças de sobra acontecendo, e as pessoas consentindo...

Consumindo, sendo submissos, se endividando e o pior, matando uns aos outros.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

A estrutura das grandes cidades precisa mudar

Vivemos aglomerados em grandes centros urbanos, nos vangloriando das facilidades de toda diversidade e utilidades ao nosso alcance, de todos serviços que precisamos(isso também é muito relativo porque nada funciona direito), e esquecemos, ou tentamos não ver os problemas estruturais ambientais pelo qual sofremos.
Nossas edificações, estão sendo feitas de maneira doentia, verticalização desenfreada, não vemos mais a luz do Sol, não sentimos mais o vento, prédios ao lado de prédios, casas cercadas por prédios, prédios e casa cercados por carros e ruas, ruas cercadas por um emaranhado de fios de tensão, televisão, telefone.... e o verde?

E as árvores?
E os jardins?
E as praças?

Ahhhh, isso aí dá um jeito e contrói mais prédio, ou então asfalta e cria estacionamento, afinal de contas precisamos arrumar lugar pra guardar os carros. Quanta o mais o tempo passa, estamos dando valor pras coisas, cuidando muito das coisas, criando espaço pras coisas, dando o tempo e a vida pelas coisas, e não cuidamos de nós e de nossos semelhantes. As pessoas estão perdidas, nos hábitos consumistas do dia-a-dia cada um vomita suas verdades, cada um acredita no que mais lhe convém e que justifique sua inércia, pois é isso que lhe interessa. E enquanto essa bola rola no gramado do faz de conta, dos problemas reais que forçamos e fingimos e acreditamos não ver. O verde é massacrado.

O verde é aniquilado, árvores são derrubadas porquê tá quebrando um azuleijinho da calçada, TÁ DE BRINCADEIRA!!!! PALHAÇADA DOS INFERNOS! As pessoas estão literalmente perdidas. Loucas por consumo, loucas por concreto, loucas por produtos, loucas sem sucesso, em ciclos de alívios materiais, alienadas numa vida fútil sem objetivo e coerência, numa vida de consumir, produzir, comprar..e no final das contas estão a se matar. Pois o verde é vida.

O engraçado é que na hora do sufoco todos procuram a sombra de uma árvore, todos querem estacionar o carro debaixo de uma árvore, mas plantar ninguém quer, muito pelo contrário, só derruba pra fazer um puxadinho, uma garagem, uma ampliação, pra não ficar sujando a calçada com folhas e nem quebrar o pavimento da majestade intocável que é o frescurento idiota dono da residência. Assim é nossa realidade. Mas temos que mudar isso, temos que mudar a estrutura das cidades, tentar, resistir, senão estaremos confirmando o que já está a caminho: "Nosso lento suicídio!"

É preciso plantar mais árvores, utilizar alternativas que já são realidade em muitos lugares como o telhado verde, jardins suspensos, ruas com processo de escoamento e permeabilização, porque o que vemos hoje é uma impermeabilização do sólo sem escoamento que só facilita as enchentes ocorrerem. Utilizar calçadas com pedaços de grama para haver permeabilização da água e também pequenas vegetações que ajudam a absorver poeira e partículas da atmosfera, e também aumentar umidade do ar. É preciso ter menos verticalização, torres exageradas, pois elas tiram o Sol do vizinho e quando construídas de maneiras sequenciais lado a lado, fazem um tampão às correntes de vento, impactando muito o ambiente. Portanto, precisamos pensar e mudar. Reflita!