terça-feira, 29 de outubro de 2013

Música de conteúdo: "SER HUMANO EGOÍSTA" (Nário)

Esta música eu fiz pra expor a questão ambiental e social na qual a humanidade está caminhando, um caos. Infelizmente vemos sinais por todos os lados mas não conseguimos evoluir em pontos críticos, tudo isso por causa de algo maior que nos comanda, o dinheiro. Essa música é uma excelente reflexão para pararmos e mudarmos, precisamos mudar se quisermos ser feliz enquanto coletividade, e não individualmente, essa é a sociedade egoísta, o ser humano egoísta. Confira letra abaixo.



Música: SER HUMANO EGOÍSTA
Autor: Nário


Uns mordem e jogam o resto fora
Uns se perdem o resto mordem quem tiver por perto
Não se sabe se o caminho está longe ou perto
Se sabe sim que esse não é o caminho certo

O homem tão calculista
Esqueceu a ordem para obter o progresso
Se satisfaz com suspiros de sucesso
Que alimenta o tapete que cobre a poeira jogada em vários anos de fracasso e insucesso
O crescimento populacional
Tá nas cidades, nas favelas
Desigualdade Social

No fundo somos todos egoístas
E temos o que merecemos
O mundo está em crise a falta d'agua e de alimentos
Enquanto um desperdiça o outro vive sofrendo
O sistema não irá te salvar quando a corda arrebentar
Porque o dinheiro sempre fala mais alto
E o crescimento econômico trucida o ecológico

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Mais um Dia das Crianças, e aí?

Mais uma data chega onde as pessoas vão consumir produtos, ou fazer de conta que amam alguém, ou por um momento irão prestar atenção nesses pequenos seres que são o futuro de nossas vidas, as crianças. Infelizmente a data é lembrada na mídia de maneira capitalizada e superficial, ou explorada de maneira sensacionalista por uma mesma mídia que não respeita os horários de censura e mostra coisas pesadas pras crianças, como cenas muito exagerada de sexo, ou uso de drogas, ou outras coisas banais que não ajuda em nada a formação das crianças.

Já não bastasse a cabeça atrofiada de diversos pais que acham engraçadinho quando seus filhos ficam rebolando, tomam um copo de cerveja ou botam um cigarro na boca, a televisão fecha o ciclo da imbecilidade aos custos da audiência de uma sociedade descompromissada com o futuro e o objetivo de se viver melhor, e as crianças, que não tem as rédeas disso tudo, sofrem direta e indiretamente.

Nesse sentido, está nosso papel de lutar por uma sociedade mais justa e respeitosa, respeitar as etapas de crescimento do ser humano, mas não, vivemos focados em uma coisa: dinheiro, as custas de tudo. Por isso que essa é uma data qualquer já que ela passa e as pessoas nem pensam sobre o todo, só se preocupam em comprar presentes, e continuar a viver nesse mundo de faz de conta sem objetivo, jogados a sorte mas acreditam em resultados concretos, ou seja, é uma tremenda ilusão. Pois as crianças devem ter apoio e respaldo em sua formação pra não virar um adulto problemático em diversos fatores, mas infelizmente o ego de uma sociedade que só vê seu lado e protege apenas o que é seu, o filho sempre será perfeito e errado é o mundo.

Que nesse dia das crianças, a consciência dos pais e avós, tutores, cuidadores e todas as pessoas que olham por nossos pequenos estejam na paz e no amor como ensinou o mestre Jesus, e que isso se perpetue pra todos os dias do ano. Criança não precisa de brinquedos caros pra viver, precisa de apoio, paciência e desenvolvimento. Não foque somente na parte capitalista do presente e do valor gasto para presentear, pense no que realmente ela levará com ela, se for a alegria de um presente, ótimo, se for a alegria de um momento com quem ela ama, melhor ainda. Vamos ajudar nossas crianças, dependeremos delas um dia! Saudações :)

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Música de conteúdo: "CASACO DE PELE" (Protesto contra uso de pele animal)

Tive a grata surpresa de me deparar com a letra desta música que passa uma mensagem bacana para conscientizar as pessoas. CHEGA DE USAR PELE ANIMAL, os bichos sofrem aos custos da nossa vaidade? Até quando? Bote a mão na consciência, não compre nada de peles, repreenda quem use, dissemine idéias para isso chegar ao fim. É uma estupidez, portanto, diga não ao uso de peles. Confira a letra desta ótima música.

Música: Casaco de Pele
Banda: Rakanoa
Composição: Ivan Corrêa


Por tráz da bela pele
Há uma bela história
Porque tanta tortura?
Porque tanta luxuria?
Você
Está na contra mão
Por matar, Por vestir
CASACO DE PELE, do dono da pele
CASACO DE PELE, do proprietário da pele

O dono da pele
É como você e eu
Tem família, uma vida
Você ignora, É um babilouco
Casaco de pele
Do dono da pele
Tapete de pele (break)
Eu vou rasgaaar sua peleeeeeeeeeeeee!!!!

"Ska"
Pra que matar pra se vestir?
Quem é você pra agir assim?

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Documentário: "O VENENO ESTÁ NA MESA"

Este documentário é de suma importância para o seu conhecimento a respeito da situação alimentar atual. O uso demasiado de agrotóxicos e trangênicos em nossa comida e seus problemas ambientais e sociais. Contrapondo a isso os alimentos orgânicos, livres de produtos químicos que são muito mais saudáveis, entretanto tem uma dificuldade muito grande de se desenvolver por falta de incentivo e pelas práticas do mercado.

É uma situação caótica que muitos de nós nem sabemos, por isso, é importante conhecer e escolher qual lado você prefere estar. Se for a favor da vida, da saúde e da natureza, é bom começar a incentivar o consumo de orgânicos sempre que possível, porque afinal de contas, se somos aquilos que comemos, e comemos veneno, só podemos viver assim numa sociedade doente onde ninguém escapa das doenças. Algo está errado. Precisamos mudar! Assista este documentário e tenha sua opinião sobre o assunto.


O veneno está na mesa from Radio Mundo Real on Vimeo.

http://facebook.com/MelMascavo

Conheça a mais nova marca de roupas de algodão. Ecológicas, confortáveis, 100%brasileiras! Uma alternativa que pensa no meio ambiente. Inauguração em junho com loja virtual.

domingo, 31 de março de 2013

Ano novo? 1º de abril? Dia da mentira? E os nossos objetivos?

O ano começa em 1º de abril.. 25% de 2013 já foi, e o que fizemos? Os votos do "ano-novo" foram uma mentira e não vão se realizar?

Faça promessas no dia da mentira 1º de abril, qualquer coisa não haverá peso na consciência.. ou então faça de conta que está no calendário antigo e comemore o ano novo hoje 1º de abril, afinal o tempo é uma ilusão, os nomes dos períodos do tempo remetem muitas vezes a coisas sem sentido como o mês de Agosto em homenagem ao imperador Augustus, e o mês de Julho em homenagem ao imperador Júlio César, ou seja, tanto faz o nome, dia, mês do ano, o que importa talvez estejamos longe de conseguir, nossos objetivos.

sexta-feira, 22 de março de 2013

22/março - Hoje é dia mundial da água.. masssss

No dia mundial da água(22 de março) ainda tem muito ignorante exagerado desperdiçando lavando o carro e a calçada desnecessariamente.Sim, são ignorantes, porque IGNORAM o grande problema atual, a falta d'agua! Uma vez ou outra pra tirar alguma sujeira ou mal cheiro por algo, ok, mas sempre é lamentável.

É sabido também que a maior parte do consumo de água na sociedade se deve aos processos produtivos das empresas e indústrias, mas isso também somos co-participantes porque consumimos os produtos, aliás cada vez mais aumentamos o consumismo, então temos culpa nessa parte.

Poderíamos consumir menos e assim diminnuir a velocidade absurda das indústrias em criar bens de consumo, muitas vezes descartáveis e perecíveis pra irmos comprar mais depois e deixar a roda girando da economia. Que maravilha.

Há quem diga que isso é necessário pra ter empregos, eu respondo SIM E NÃO.. Sim pra esse sistema burro que está em colapso pois o planeta é finito. Não, porque existem alternativas de energia menos danosas, bem como se as pessoas aprendessem a plantar, teriam o suficiente pra comer e com relação as bugigangas que compramos: GRANDES MERDA! É praticamente tudo supérfulo, vivemos durante MILÊNIOS sem celular, IPODI, IÑPODI e Ietc... Porque precisamos disso agora???

Por isso que consumir menos produtos também impacta em menos uso de água na indústria, quanto menos produção menos uso de água, e menos dejetos industriais, que muitas vezes vão pros rios dentro de "padrões aceitáveis", contaminantes vão de qualquer jeito, e depois se der merda, paga-se multa e tenta-se fazer ações pra redimir os impactos, mas a coisa está feita, e assim é! Isso sem contar os clandestinos esgotos e descartes em rios e mananciais que não temos alcance, por isso tudo, como estão nossas ofertas de água, os rios??? Como estão?? Pois é.

Agora partindo pro lado pessoal do cidadão, é um absurdo a quantidade do desperdício lavando calçadas que depois de algumas horas estará suja denovo, sem contar que o tempo limpa serviu pra quê? Jogaram comida no chão pra comer ali sem bactérias? Lavaram a calçada pra poder estender um edredon e deitar ali? Lavaram a calçada pra poder andar plantando bananeira e não sujar as mãos?? NÃOOOO... Nenhuma dessas alternativas, ou seja, então é pra quê????? Por neurose.. por frescura, por mania de limpeza.. Só por isso.. Porque só isso justifica o cara ficar HORAS com uma máquina de alta pressão gastando absurdo de água pra tirar uma camadinha de poeira, sendo que o mesmo imbecil depois pega seu carro e joga poeira e particulados na atmosfera que ao decantar, sujará sua mesma calçada, QUE GÊNIOOOO!rsrs

O problema aumenta quando vemos as empresas que tratam e fazem o fornecimento de água cobrarem por uma taxa mínima de uso, ou seja, por exemplo cobram um valor X por 5m³. Só que um determinado cidadão gasta por mês apenas 3m³, ou seja, ele estará pagando 2m³ a mais de bobeira, e aí entramos no seguinte princípio, estou pagando de bobeira? Pois é, está! E aí com isso geramos mais um problema, o incentivo ao consumo desnecessário simplesmente porque está pago, e eu não condeno o cidadão por isso, está no seu direito. Agora percebemos como a sociedade está totalmente capitalizada, até a água, tudo é dinheiro, burocracia, falta de lógica e etc quando comparamos a FILOSOFIA DA VIDA, da necessidade da vida, do ser humano e dos animais em conjunto.

Pois é, diante disso tudo, e apesar de tudo, economizem água, na medida do seu alcance, quem ganha é você e todos os seres que divivem essa Terra Azul com você, consumir menos qualquer tipo de produto também é essencial. Feliz dia da água, ou não!

domingo, 3 de março de 2013

Qual o sistema ideal?

O que é o sistema? Pode ser várias coisas, pode ter nome, desde os mais cruéis, tiranos, capitalistas, pseudo-democráticos, até os mais brandos por um lado, mas também tem sua parcela de controle, exploração e domínio, então qual seria o sistema ideal? 

Um que talvez não experimentamos, na verdade experimentamos as vezes e aos poucos, e não reparamos que ele é o melhor. 

É o sistema da natureza, quando estamos alinhados com a natureza estamos conectado com a fonte criadora, percebemos que somos uma gota no oceano, mas de um oceano lindo, complexo, multicor e dinâmico, onde se encontram todas as criaturas e em sinergia todas elas aproveitam as dádivas e presentes da fonte criadora de maneira amistosa, sem pressa e no seu tempo, então evoluímos, prosperamos. 


Por isso, o sistema, que nos corrompe, que foi arquitetado para nos deixar presos trabalhando sem fim e sem objetivo para algo, é um inimigo, destruindo a natureza sempre consequentemente porque não se preocupa com o todo, com a integração, apenas com números e com a superioridade humana de dominação.

Dentro dele ainda há as ilusões, elas não deixam você respirar pra nada, e quando precisar respirar, morrerá numa fila de hospital. Portanto, sair do sistema é se ligar a natureza o quanto puder, a fonte criadora, pois tendo essa consciência iremos fazer pressão em nós e em quem está a nossa volta e mudar as coisas naturalmente, gradativamente independente do nome que se dá ao "novo sistema" necessário, ele de certa forma talvez nem seja possível ou exista, seja até uma utopia, mas a tentativa de busca se chama EVOLUÇÃO. Talvez seja isso que ainda falta para nós humanos, evoluir, pra saber viver em harmonia no ritmo da natureza.

As injustiças do mundo são uma grande loucura

O mundo nos cansa com suas injustiças.. 


Onde só quem tem influência atinge os objetivos mais rápidos, onde o normal é ser injusto, onde o justo se depara e é surpreendido com olhar de espanto dos acomodados aceitadores do conformismo generalizado que lhe olha com olhos de "UÉ, MAS É ASSIM QUE FUNCIONA, NÃO SABIA?", e o justo tenta entender e entrar na cabeça o que o raciocínio lógico não resolve.. 



E fica o pensamento na sua cabeça de como podem ser tão baixos e mesquinhos os humanos que querem tudo de bom pra eles mas no seu trabalho e conduta só exalam tudo de mal aos outros.



Eis um justo, uma pessoa normal, louca por seguir todas as regras da sociedade, regras que funcionam pra uns e outros não, regras que revoltam, regras que destroem a lógica, regras que beneficiam os influentes, os mandatários e seus hereditários. 



Um justo, uma pessoa normal louca pra que as coisas funcionem conforme diz a cartilha, mas que vê que tudo é flexível se o interesse é de alguém que pode. Uma pessoa justa não entende como uma sociedade pode ser tão louca, é no mínimo loucura... 



Sim, se o normal é compactuar com o conformismo, ou estão todos loucos, ou o cidadão justo é o único louco por não ser um louco normal como os outros.

Dê espaço pra natureza fazer a parte dela

Levando um modo de vida onde olhamos apenas para nosso próprio umbigo, deixamos de ver e entender o porquê da necessidade de deixar a natureza se manifestar em diversos casos. 


Um exemplo disso é nas cidades onde não há preocupação de preservação ou plantio de árvores ou áreas verdes, nós não damos espaço, não damos chance. 



Precisamos ajudar a deixar a natureza nos ajudar porque ela aparece e mostra o milagre da vida em qualquer lugar. Precisamos batalhar por mais áreas verdes até mesmo por uma questão de saúde pública, pense nisso!



sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Esse discurso marcou época.. menina da ECO 92

Como pode um discurso ser já antigo e tão atual?
Pois é, quando ele é feito bem embasado, firme para refletir, enquanto o problema não cessa, fica sendo bem atual. Ela disse sobre atitudes, e vemos que o dinheiro ainda é o grande carro-chefe das decisões na sociedade.

A indústria não se preocupa em minimizar impactos, não são boazinhas. Esqueçam os comerciais de TV, elas fazem o que a lei pede e ainda se esnobam por isso.

Porque quando podem fazer mais em alguma linha de produção porque já existe tecnologia pra isso em diversos setores, não fazem porque o dinheiro fala mais alto, prefere usar sistemas poluentes do que otimizar ou instalar sistemas melhores que evitariam poluição, por causa do preço, deixando os trabalhadores e a sociedade volátil a contaminação e doenças.

Tudo é lucro, tudo é dinheiro, quero ver quando descobrirem que dinheiro não se come. Por isso, vamos tentar reverter esse quadro, se depender da inspiração passada por essa menina, temos futuro, embora já faça mais de 20 anos do vídeo. A esperança é a última que morre.





Outro link:

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

As imbecilidades que nos cercam e os perigos que não vemos

Não é de hoje, que sabemos que a maioria de nós só olha para o próprio umbigo, os que são observadores e tentam arrumar o mundo a sua volta, pensando em si e no coletivo, geralmente não ganham força, são ridicularizados, ou até sofrem as consequencias de enfrentar as idiotices que nos cerca.

O que seriam essas idiotices?

- Pessoas que bebem e vão pegar no volante;
- Pessoas que usam fogo de artifício apontando pra janela dos outros;
- Pessoas que fumam cigarro em posto de gasolina;
- Pessoas que acham engraçado correr riscos e por a vida dos outros em risco;
- Pessoas que abrem estabelecimento comercial aberto ao público como baladas, restaurantes, centros comerciais, sem extintores, estrutura e dão um jeitinho pela influência com a fiscalização pra deixar tudo como está;
- Pessoas que acham que nada acontece pra elas, que são super-heróis;
- Pessoas que acham que o grande barato da vida é ser perigoso, ou por que quer se aparecer, ou pra economizar, ou até mesmo por maldade mesmo.

Mas o principal, pessoas que estão próximas dela, que acham engraçado, que incentivam, que não fazem nada, isso é o mais triste, ninguem vê os perigos que nos cercam, e os que veêm nada fazem.

Diante disso o que podemos esperar de uma sociedade que não se preocupa com o coletivo e só com o próprio umbigo? Podemos esperar só tragédias, porque tudo é uma bagunça. Não há unidade, integridade, cooperação. Até quando vamos viver assim?

Bom, tudo acontece pra refletirmos e melhorarmos, espero que cada erro cometido, tenha uma reação necessária pra não acontecer novamente. Mas pra isso as pessoas precisam acordar, somos um bando de ZUMBIS ALIENADOS HIPNOTIZADOS por um sistema doente voltado ao dinheiro, cada vez mais individualizados e desarmônicos. Isso tem que mudar, vamos acordar, vamos nos preocupar com o próximo. Porque depois não adianta chorar, portanto vamos mudar a sociedade, vamos agir, falar, interagir, e melhorar. Ser justos, ter a consciência tranquila de que está fazendo o certo. CHEGA DE JEITINHOS!!! Existe um só jeito: O JEITO CERTO!

Podemos fazer coisas fantásticas, vamos usar nossa capacidade e mudar pra melhor! A hora é agora!